Ads 468x60px

quinta-feira, 5 de julho de 2012

PF apreende helicóptero e carga recorde de cocaína em Acopiara


Numa ação policial cinematográfica, com direito a tiroteio, cerco e perseguição interestadual por terra e pelo ar, as polícias Militar e Federal do Ceará e Piauí capturaram, na noite de ontem, uma quadrilha de traficantes de drogas nos dois Estados e apreenderam um volume recorde de aproximadamente 200 quilos de cocaína, lançados de um helicóptero em um matagal na zona rural de Acopiara (345Km de Fortaleza). Oito pessoas estão presas e a aeronave dos criminosos apreendida na cidade de Picos (PI).

Segundo o comandante do Policiamento do Interior, da PM cearense, coronel Hervânio Macedo Júnior, no fim da tarde de ontem, a PF pediu o apoio da Polícia Militar em Iguatu, o 10º BPM (a 384Km da Capital), para o cerco aos traficantes. Havia a informação de que o bando chegaria de helicóptero ao vizinho Município de Acopiara com um grande carregamento de cocaína. A droga era procedente de São Paulo e iria abastecer várias cidades do Ceará e do Piauí.

Fuga

O cerco policial ocorreu por volta de 18 horas, quando um helicóptero branco, de prefixo PR-HDA, licenciado no Paraná, fez um voo rasante no Sítio Córrego, na zona rural de Acopiara, e seus tripulantes jogaram do alto dezenas de pacotes contento cocaína pura. A manobra da aeronave foi rápida, assim como o cerco da PF e PM. No momento em que a aeronave deixou o local, outros dois helicópteros, sendo um da Polícia Federal e outro da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) iniciaram a perseguição no ar.

Em terra, os agentes federais e o efetivo do 10º BPM, sob o comando do major Natanael Cavalcante, prenderam cinco membros da quadrilha. Entre os capturados está o homem apontado como chefe da quadrilha, o cearense Marcílio Alves Feitosa, que havia saído de um presídio nesta Capital na semana passada. Ele é tido como de alta periculosidade e responsável por crimes de tráfico interestadual de drogas, assaltos a bancos e carros-fortes.

Junto com Marcílio Feitosa foi preso, em Acopiara, o irmão dele, Cícero Alves Feitosa; além de outros três homens identificados como Aurino Patrício do Nascimento (também cearense), Derci Guelci Malheiros, de Colorano, Paraná; e Fernando Dizzi, de Linhares, Espírito Santo.

Perseguição

Com parte da quadrilha já capturada no Ceará e a droga apreendida, a preocupação das autoridades foi não permitir que o restante do bando conseguisse escapar no helicóptero. As aeronaves da PF e da Ciopaer prosseguiram na perseguição ao aparelho ocupado pelos traficantes e forçou o pouso dele no aeroporto da cidade de Picos (PI), onde mais três pessoas acabaram sendo detidas. Seus nomes não foram ainda revelados pelas autoridades.

Foi a maior apreensão de cocaína no Nordeste nos últimos dois anos, segundo a Polícia Federal. A droga, oriunda de São Paulo, teria sido ´encomendada´ por Marcílio Alves Feitosa.

Em Fortaleza, a operação foi acompanhada pessoalmente pelo secretário da Segurança Pública e Defesa Social, coronel Francisco José Bezerra; e pelo comandante-geral da PM, coronel Werisleik Pontes Matias.

Conforme o comandante do CPI, coronel Macedo, o cerco aos criminosos teve êxito graças à integração das policias de todo o Nordeste através da operação ´Divisas Seguras´.


Fonte: Diário do Nordeste

0 comentários:

Postar um comentário

O Caderno Popular agradece sua valiosa opinião.

Receba as notícias do Caderno Popular no seu e-mail